quarta-feira, 25 de maio de 2011

Nível do mar pode subir um metro até 2100. O que podem estes números representar?


Como estarão, em 2100, cidades como Lisboa, Rio de Janeiro ou Luanda? De acordo com um estudo tornado ontem público pelo Governo australiano, estas cidades poderão passar a sofrer cada vez mais inundações, à medida que o nível do mar vai subindo.
Assim, e de acordo com o primeiro relatório da Comissão Clima do Governo australiano, o nível do mar pode elevar-se em um metro no próximo século, devido ao aquecimento central, o que poderá multiplicar o número de inundações devastadoras nas regiões costeiras.
Recorde-se que a última década foi avaliada como a mais quente desde que há registos.
O documento foi escrito por uma equipa de investigadores e cientistas e baseou-se nos mais recentes dados globais sobre o aquecimento central e as emissões de gases causadores do efeito de estufa, o principal responsável pelo aumento das temperaturas.
“Creio que o aumento médio do nível do mar, em 2100 e comparado com 1990, será de 50 centímetros a um metro”, revelou Will Steffen, que coordena a comissão e escreveu o prefácio do relatório.
O relatório, como seria de esperar, coloca um grande ênfase nas cidades australianas. As regiões costeiras perto de Sydney e Melbourne, por exemplo, estão “altamente vulneráveis” ao aumento do nível do mar.
Em 2100, Sydney pode sofrer “eventos extremos” uma vez por mês (!!!!!), desde inundações a tempestades caóticas.
O relatório pretende também mudar o debate político que decorre, hoje, na Austrália, com os partidos divididos em relação à questão das alterações climáticas – o que acaba por dividir, também, os próprios australianos.
“Esta década é crítica. As decisões que tomarmos agora e até 2020 vão determinar a severidade das alterações climáticas”, revela o estudo. “Para minimizar o risco precisamos de descarbonizar a nossa economia e caminharmos na direcção das fontes de energia limpas até 2050. As emissões de CO2 deverão ter o seu pico nos próximos anos e depois decair fortemente”, concluíram os cientistas.
A Austrália é, entre os países desenvolvidos, o que mais polui per capital. Os 22 milhões de australianos são responsáveis por 1,5% de todas as emissões de gases com efeito de estufa do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.