sexta-feira, 3 de junho de 2011

Brasília recebe a exposição interativa “Sua Mata, Sua Casa”, da Fundação SOS Mata Atlântica

Sua Mata, Sua Casa chega a Brasília


Com atrações gratuitas e ferramentas interativas e tecnológicas, como iPADs, mesa multi-touch e televisores, a mostra chega ao Shopping Conjunto Nacional no dia 4 de junho.
 A partir de 4 de junho, a Fundação SOS Mata Atlântica – ONG pioneira a destinar esforços para a proteção e conservação do Bioma mais ameaçado do país – estreia em Brasília a exposição interativa “Sua Mata, Sua Casa”, que comemora seus 25 anos.
 A mostra, que fica até o dia 28 de junho no Shopping Conjunto Nacional, tem o objetivo de mobilizar a sociedade e mostrar que a Mata Atlântica está diretamente relacionada ao seu dia a dia. Para isto, conta com diversas ferramentas interativas e dezenas de atividades gratuitas para todos os públicos. Outro destaque da exposição é o bike repórter Sérgio Camargo “Dart”, ciclo ativista local, que percorrerá vários pontos da cidade com o objetivo de coletar dados sobre a região. Em Brasília, cidade que não faz parte desse bioma, a mostra tem o objetivo de mostrar como a cidade é importante para a Mata Atlântica, pois é nela onde são aprovadas as leis que a afetam. A abertura oficial acontece às 14h do dia 4, com a presença de representantes da Fundação, mas o público já pode visitar a exposição a partir das 10h. O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 10h às 22h e, aos domingos, das 12h às 20h. A iniciativa tem patrocínio de Bradesco Cartões e Natura, com apoio local do Shopping Conjunto Nacional.

Na exposição, os visitantes podem aprender mais sobre o Bioma de maneira lúdica e divertida, além de serem ouvidos sobre suas expectativas futuras em relação ao meio ambiente. Os depoimentos são colocados na “Árvore dos Desejos”, produzida com garrafas PET e embalagens de achocolatado por artistas da Cooperaacs (Cooperativa Social de Trabalho e Produção de Arte Alternativa e Coleta Seletiva), também responsável pelas artes feitas com materiais recicláveis que permeiam toda a exposição. Quem preferir pode enviar seus desejos pelo twitter utilizando #ARVORESOSMA.

Segundo a diretora de Gestão do Conhecimento da Fundação, Marcia Hirota, este é um momento bastante especial para a SOS Mata Atlântica, pois celebra todas as conquistas, realizações e aprendizados ao longo desses 25 anos. “Temos muitas histórias para contar em 2011 e estamos comemorando com um projeto inspirador, que dialoga de maneira interativa com pessoas de diversas faixas etárias, que moram na Mata Atlântica. Cada pedacinho da exposição foi pensado para aproximar a sociedade do Bioma, dizer que essa luta é contínua e que é de todos nós”.

Inspirada nas partes de uma casa, a exposição é dividida por cômodos onde o público encontra painéis informativos, vídeos, palestras e shows. Esses espaços retratam a atuação da SOS Mata Atlântica e do movimento ambientalista, a situação e curiosidades sobre o Bioma, a degradação ambiental vivenciada nas últimas décadas, e indicam o que cada um pode fazer para ter uma convivência mais sadia com o seu ambiente. A cozinha, por exemplo, mostra a riqueza e variedade de frutas e alimentos nativos da floresta. No Túnel da Mata, os visitantes encontram uma parede com pequenos orifícios por onde podem olhar e visualizar imagens de animais emblemáticos do Bioma, além de poderem navegar pelo mapa de remanescentes de Mata Atlântica por meio de uma mesa vertical de touch-screen. 

Brasília é a quinta das 12 capitais nacionais que receberão o projeto, que já passou por Fortaleza (CE), Maceió (AL), Salvador (BA) e São Paulo (SP). Até janeiro de 2012, a exposição interativa percorrerá mais sete capitais inseridas no bioma (Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre e Recife). Ao final do projeto, será feito um dossiê com as demandas e manifestações das 12 cidades, que será entregue em Brasília e na Rio+20, em maio de 2012.  
A exposição é totalmente acessível a cadeirantes e traz propostas de interação para todas as idades. Mais informações pelo site www.sosma.org.br ou pelo emailprojeto25@sosma.org.br.

Pela cidade 
Durante toda a exposição “Sua Mata, Sua Casa”, o bike repórter Sérgio Camargo “Dart”, ciclo ativista local, percorrerá vários pontos da cidade com o objetivo de coletar dados sobre a região, divulgar a iniciativa e saber o que as pessoas esperam para o futuro do meio ambiente local. 

Fonte: SOS Mata Atlântica 

Google usará água do mar para resfriar novo data center na Finlândia

Google utiliza água do mar para arrefecer novo data center na FinlândiaA gigante Google vai utilizar unicamente água do mar para arrefecer o seu novo centro de processamento de dados, que está a ser erguido em Hamina, na Finlândia. O data center está situado numa antiga fábrica de papel, construída em 1950 junto ao Golfo da Finlândia e adquirida no ano passado pela multinacional. 
“A nossa equipa estava realmente ansiosa para utilizar a oportunidade de estar mesmo ao lado do golfo para encontrar um sistema de arrefecimento inovador”, revelou o diretor de operações e construção de data centers do Google, Joe Kava. [ver vídeo no final da notícia]. 
O Google utilizou túneis que já ligavam as instalações do data center ao golfo para trazer a água fria, colocá-la nos permutadores de calor – para dispersar o calor pelos servidores. A água fria ajuda o data center a manter a sua temperatura ideal, sem ajuda de qualquer outro método de arrefecimento. 
Veja o fantástico vídeo com a explicação de Joe Kava, director de operações e construção de data centers do Google.

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.