quarta-feira, 30 de maio de 2012

Dados da situação da Mata Atlântica serão apresentados em evento da Frente Ambientalista




  • Os resultados revelaram a contínua supressão da floresta nativa

Nesta quarta-feira (30) acontecerá o café da manhã da Frente Parlamentar Ambientalista, às 8h30, no restaurante do SENAC, 10º andar – Anexo IV, da Câmara dos Deputados. O tema desde encontro será o “Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica – período 2010-2011” desenvolvido pela Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE.

Os dados serão apresentados por Marcia Hirota, diretora de Gestão do Conhecimento e coordenadora do Atlas pela SOS Mata Atlântica e Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da Fundação. Participarão do café da manhã o Deputado Sarney Filho (PV-MA) entre outros parlamentares, representantes de organizações da sociedade civil, pesquisadores e estudiosos.

O Atlas apresenta dados e mapas da situação dos Estados e municípios do Bioma Mata Atlântica no período. O estudo analisa a ação humana sobre os remanescentes florestais e nas vegetações de mangue e de restinga. Atua também como instrumento de monitoramento e controle da realidade de devastação da biodiversidade regional e local, representando um grande avanço na compreensão da situação em que se encontra a Mata Atlântica. A partir desse estudo, cada cidadão pode ter fácil acesso aos mapas e atuar em favor da proteção e conservação deste conjunto de ecossistemas.

Realizado desde 1989, a cada período, os resultados revelaram a contínua supressão da floresta nativa e servem como um alerta para o estabelecimento de políticas públicas que incentivem a conservação e a restauração do Bioma. “Só na Mata Atlântica mais de 112 milhões de habitantes dependem dos recursos naturais desse bioma, que está ainda mais em risco com as propostas de alterações no Código Florestal”, declara Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da Fundação.

Serviço:
O que: Apresentação do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica – período 2010-2011”
Data: 30/05/2012, quarta-feira
Horário: 8h30
Local: Restaurante do SENAC, 10º andar – Anexo IV, da Câmara dos Deputados

Fonte: Assessoria

Congresso Mundial das Maravilhas da Natureza: representantes firmam acordo de divulgação conjunta dos destinos



  • Representantes das Sete Maravilhas se reuniram no domingo, em Foz.
  • Um site e um filme serão produzidos para mostrar as atrações turísticas.

No encerramento do Congresso Mundial das Maravilhas da Natureza, no fim da tarde de domingo (27), em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, os representantes das sete atrações turísticas divulgaram que vão trabalhar juntos na promoção dos destinos.

baía de Halong, no Vietnã

Além das Cataratas do Iguaçu, divididas entre o Brasil e Argentina, estão a Amazônia, a ilha de Jeju, na Coreia do Sul, o rio subterrâneo de Puerto Princesa, nas Filipinas, a baía de Halong, no Vietnã, o Parque Natural de Komodo, na Indonésia, e a Montanha da Mesa, na África do Sul.


rio subterrâneo de Puerto Princesa, nas Filipinas

Um acordo assinado pela Fundação New Seven Wonders e os representantes das maravilhas inclui o “estabelecimento de metas progressivas e obtenção de resultados através da promoção conjunta do turismo sustentável, de iniciativas de desenvolvimento econômico e social”. Assim como, “aproveitar as oportunidades que resultam de nossa única e variada presença no mundo”.

 Montanha da Mesa, na África do Sul.

De acordo com o presidente Fundo de Promoção e Desenvolvimento do Iguaçu e representante no Brasil do Comitê Local de Apoio às Cataratas, Gilmar Piolla, a intenção é criar um roteiro turístico integrado e que as cidades que abrigam as Sete Maravilhas da Natureza possam ser parceiras, ou “cidades-irmãs’.

Parque Natural de Komodo, na Indonésia

Um site e um filme serão produzidos para mostrar as maravilhas, que também terão divulgação comum em todos os eventos de turismo internacionais, como feiras e festivais. Durante o encontro, Bernard Weber, também apresentou o projeto de criação de um memorial para ser instalado em cada um dos atrativos, com imagens de todos os demais.

Cataratas do Iguaçu 

Cataratas do Iguaçu


Das sete maravilhas, três já receberam o título oficial. A primeira foi a Baía de Halong, no Vietnã, em seguida o rio subterrâneo de Puerto Princesa, nas Filipinas, e a terceira foram as Cataratas do Iguaçu.


Cataratas do Iguaçu recebe título de uma das Sete Maravilhas da Natureza  (Foto: Nilton Rolin)

Com a consagração do destino e a ampla divulgação internacional, a expectativa é de que o número de turistas estrangeiros, que vêm decaindo nos últimos anos, aumente. Segundo Piolla, há cerca de quatro anos o número de estrangeiros representava 60% no público visitante do lado brasileiro das Cataratas. Sendo que a metade destes era do Mercosul. Já em 2011, a proporção foi praticamente inversa. Dos 516.671 visitantes que estiveram no Parque Nacional de janeiro a abril do ano passado, 235.667 eram estrangeiros. No mesmo período deste ano, o número subiu para 545.025 turistas, sendo 258.626 estrangeiros.

"De imediato [o título de uma das Maravilhas da Natureza] levanta a autoestima dos operadores, dos hoteleiros, da população, das autoridades em geral, e isso já tem trazido resultado positivo na área de incremento de investimento em termos de infraestrutura, logística, mão de obra. Então, são inúmeras as vantagens", comentou o secretário de turismo de Foz do Iguaçu, Felipe Gonzáles.

Ariane Ducati/G1 PR

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.