quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Cientistas extraem proteína humana do arroz


  • Descoberta pode responder à crescente procura mundial de albumina

Grãos de arroz foram geneticamente manipulados para produzir quantidades elevadas de albumina. Uma equipa de investigadores chineses anunciou hoje que conseguiu extrair albumina a partir de arroz geneticamente modificado. A descoberta foi publicada na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences.

Em medicina, esta proteína humana do sangue serve para tratar queimaduras e doenças do fígado.

A China é um dos países mais afetados pela carência de albumina. Atualmente, a proteína apenas é extraída através de doações de sangue. Mas com esta investigação abre-se uma porta para a produção de albumina humana sintética, o que poderá responder à procura mundial da proteína que beira as 500 toneladas ao ano, segundo a agência AFP.

Para refazer a proteína, os cientistas manipularam geneticamente grãos de arroz para produzir quantidades elevadas de albumina. Conseguiram depois separar a proteína do resto do grão, o que lhes permitiu extrair 2,75 gramas de albumina por quilo de arroz.

A proteína sintética foi posteriormente usada para tratar ratinhos com cirrose. Os resultados da experiência com roedores, sobre os quais não se conhecem pormenores, foram bastante similares aos obtidos em humanos, de acordo com a AFP.

Para os autores da investigação, a albumina extraída geneticamente do arroz é “física e quimicamente equivalente à albumina humana”. A sua produção a grande escala “pode ajudar a responder à crescente procura mundial  de albumina humana”, defendem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.