domingo, 29 de maio de 2011

Embrapa Amazônia - Projeto comprova eficácia de alternativas sustentáveis

Resultados de pesquisas realizadas na
Reserva Extrativista Verde Para Sempre, no Pará

PORTO DE MOZ, PA – A sexta-feira, 27, foi um dia especial para os cerca de 10 mil habitantes da Reserva Extrativista Verde Para Sempre, em Porto de Moz, no Pará. A Casa da Cultura do município sediou a posse do novo Conselho Deliberativo da Resex Verde Para Sempre e a Embrapa Amazônia Oriental apresentou os resultados do Projeto Alternativas Sustentáveis para Geração de Renda nas comunidades da Resex, que começou em 2007 na região. 
O Conselho Deliberativo é o órgão máximo de gestão participativa da reserva. Vinte e seis conselheiros titulares e mais 26 suplentes encaram a responsabilidade de decidir o futuro da área, desde as atividades economicamente produtivas até as decisões políticas locais. Fazem parte do conselho representantes da Embrapa Amazônia Oriental, Prefeitura de Porto de Moz, Conselho Nacional dos Seringueiros, Fundação Viver–Produzir– Preservar, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Porto de Moz, Comitê de Desenvolvimento Sustentável de Porto de Moz, Associação de Mulheres do Campo, Associação de Pescadores Artesanais, Igreja Católica, Igreja Evangélica e representantes das comunidades extrativistas que vivem na Resex Verde Para Sempre. 
Para o pesquisador Pedro Celestino Filho, representante da Embrapa que toma posse no conselho, esse cargo é um desafio para a instituição que busca levar tecnologias sustentáveis de produção para as comunidades da reserva alinhadas à política de proteção do local. A Resex Verde Para Sempre tem um milhão e 288 mil hectares habitados por cerca de 110 comunidades. A gestão da reserva é feita pelo Instituto Chico Mendes de Biodiversidade.
Projetos e parcerias 
Nesse local onde a natureza é generosa, as políticas sociais nem sempre chegam. “Estamos muito distante de tudo e com pouco acesso a informações importantes pra nossa comunidade”, diz Genésio Ribeiro, da Comunidade do Arimum.
Desde 2007, a Embrapa Amazônia Oriental, em parceria com o ICMBio e o Comitê de Desenvolvimento Sustentável de Porto de Moz, desenvolve o Projeto Alternativas Sustentáveis para Geração de Renda nas Comunidades da Reserva Extrativista Verde para Sempre, coordenado pelo pesquisador Alexandre Rossetto Garcia. O projeto identificou os processos mais adequados para melhoria de renda da produção local em harmonia com o meio ambiente, fomentando novas opções de trabalho e renda para as comunidades. 
O pesquisador explica que em consenso com os moradores da Resex foram escolhidas as comunidades de Cuieiras, Arimum, Carmelino e Itapéua como pólos para transferência de tecnologias e informações. O projeto gerou uma série de estudos e produtos que serão apresentados amanhã às 26 associações que representam as comunidades locais e ao Conselho Deliberativo da Resex Verde Para Sempre. 
Entre os produtos estão um vídeo que retrata a dinâmica social e econômica dos moradores da reserva e as mudanças obtidas a partir do trabalho desenvolvido no local. E também o livro “Resex Verde Para Sempre: uma garantia de direitos”, que apresenta informações sobre os direitos do cidadão brasileiro e os benefícios das políticas sociais de educação, saúde, previdência e assistência social e como todos podem acessá-los. A publicação é fruto da parceria com a Universidade Federal do Pará. 
Minibibliotecas da Embrapa 
O chefe geral da Embrapa Informação Tecnológica, Fernando Amaral, também está no evento para entregar oficialmente à Prefeitura e ao Comitê de Desenvolvimento Sustentável de Porto de Moz, quatro kits de minibibliotecas da Embrapa. São produtos de informação em diferentes mídias, contendo tecnologias geradas pela Embrapa e seus parceiros e orientações para a produção agropecuária e de alimentos de qualidade, respeitando o meio ambiente e a realidade das comunidades rurais das diversas regiões brasileiras. Os kits vão para a resex Verde para Sempre e para a Biblioteca Pública do município. 

KÁTIA PIMENTA
contato@agenciaamazonia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.