terça-feira, 25 de setembro de 2012

Projeto Rebimar - Recifes Artificiais

A Instalação de Boias Oficiais para identificar 
corais artificiais do Programa REBIMAR 


Programa REBIMAR (Programa de Recuperação da Biodiversidade Marinha)

Recifes Artificiais

Recife artifcial é o termo utilizado para designar um conjunto de estruturas, normalmente de concreto, colocadas propositalmente no fundo do mar para serem colonizadas pela comunidade biológica que vive no meio aquático, a exemplo do que ocorre nos cascos de embarcações, plataformas e pilares de trapiches, que ficam em contato com a água do mar.

Como num recife natural, essas estruturas passam a ser cobertas por uma grande variedade de organismos, como algas, hidróides, briozoários, esponjas, corais e vermes marinhos.


Com o tempo, esses organismos promovem o aparecimento de uma comunidade recifal, que atraem lagostas, caranguejos, ouriços, e anfípodas, bem como milhares de larvas de peixes. Isto acontece pela oferta de uma superfície sólida para fixação, refúgio e alimentação.

Várias espécies que se utilizam dos recifes artificais, possuem interesse econômico tanto para a pesca artesanal e esportiva, como para o mergulho recreativo. Algumas podem ser encontradas ao longo do ano, outras são sazonais ou visitantes ocasionais.

Monitoramento dos Recifes Artificiais

23-08-2010 - Monitoramento ROV (8)

Em cada setor da área de implantação do projeto são realizadas vistorias subaquáticas trimestrais com auxílio de um veículo submarino remoto, chamado de ROV (remotely operated vehicle). Este aparelho é controlado por uma pessoa a bordo de uma embarcação, e é munido de uma filmadora para registrar a posição dos recifes artificiais. Além do ROV, também serã realizadas inspeções complementares por mergulhadores. Os resultados dessas vistorias servirão de subsídios para reposições e re-arranjos das estruturas.

Confira abaixo imagens de experiencias com recifes artificiais em diversas partes do mundo:




REBIMAR realiza reuniões comunitárias


O coordenador de Socioeconomia e Pesca, Guilherme Caldeira, informa os pescadores sobre o andamento do REBIMAR.

Neste mês, as comunidades pesqueiras de Pontal do Paraná, envolvidas com o REBIMAR (Programa de Recuperação da Biodiversidade Marinha), recebem a visita de integrantes da Associação MarBrasil. Entre elas estão Barrancos, Canoas, Praia de Leste, Carmery, Olho D’água, Shangri-lá, Ipanema, Guapê, Atami e Vila Nova. As comunidades são convidadas a participar por meio de cartazes que são distribuídos em cada local.

O objetivo das reuniões comunitárias é levar informações sobre os resultados das pesquisas já realizadas nos recifes artificiais e fornecer recomendações a respeito do uso responsável destas áreas. Além disso, são mostrados os vídeos subaquáticos dos recifes para o público visualizar como essas estruturas estão instaladas e os peixes que frequentam a região. Os pescadores artesanais também dão sugestões sobre o Programa e propõem algumas ações.



Atentos, pescadores do balneário de Barrancos ouviram e deram sugestões.

Para Guilherme Caldeira, coordenador de Socioeconomia e Pesca da Associação MarBrasil, existem duas boas razões para incluir os pescadores no andamento do Programa. “Primeiro, porque a costa paranaense é o ambiente de trabalho dos pescadores e, por isso, eles são diretamente afetados pelo projeto. Segundo, porque eles conhecem muito sobre a pesca e os ambientes marinhos da região onde o projeto está implantado. A combinação entre o conhecimento tradicional dos pescadores e o conhecimento científico certamente traz bons resultados”, explica.

O pescador Florismar Santana da Silva, conhecido como “Fico”, um dos representantes da comunidade de Barrancos, conta que os recifes do REBIMAR têm trazido benefícios para suas atividades. “Os recifes só trazem o bem para nós, porque já conseguimos pescar bastante. Vendo os vídeos eu não imaginava que tinha tantos peixes assim. Como representante, eu gosto de trabalhar com o projeto e me sinto privilegiado”.

Recifes Artificiais

Associação MarBrasil comemorou 8 anos em 15/08/2012

Há oito anos atrás, a organização dava os seus primeiros passos rumo à conservação dos ambientes costeiros do Paraná e de todo o país e, agora, já pode comemorar algumas conquistas.

Desde 2004, graças a dedicação de todos os funcionários, são idealizados e colocados em prática diversos projetos. O primeiro deles foi o PREAMAR em seguida vieram o PROMERO, o Projeto Caiçara, Abrindo os Olhos para a Natureza, Intermar, Maricultura em MarAberto, ProToninhas, Projeto Currais e o REBIMAR (Programa de Recuperação da Biodiversidade Marinha).

Podemos afirmar que, com o desenvolvimento de todas essas iniciativas, a MarBrasil tem cumprido seu papel de incentivadora no processo de valorização do litoral brasileiro e de todas as riquezas que aqui se encontram.

A Associação MarBrasil é uma Organização Não Governamental sem fins lucrativos, fundada por profissionais de competência científica, técnica e administrativa. A Associação Mar Brasil foi criada para buscar soluções visando harmonizar o desenvolvimento do litoral paranaense e brasileiro. 

Jornalista Responsável: Gabriela Perecin (DRT 8968/PR)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.