sexta-feira, 7 de outubro de 2011

As Cataratas do Iguaçu e a Amazônia estão entre as finalistas para virar uma das 7 Maravilhas da Natureza


As Cataratas do Iguaçu e a Amazônia entram na reta final do concurso 7 Novas Maravilhas da Natureza. A eleição, que começou em 2007 com 440 candidatos, é promovido pela fundação suíça New 7 Wonders. Depois de quatro anos de espera, no próximo dia 11 sairá o resultado e o local vencedor.


SAINT JOHN, NEW BRUNSWICK - Daqui a pouco mais de um mês o mundo conhecerá as sete maravilhas da Natureza. Obra do mesmo suíço-canadense Bernard Weber que fez do nosso Cristo Redentor uma das novas maravilhas do mundo moderno erguidas pelo Homem. No Canadá, a campanha em New Brunswick para emplacar o candidato Bay of Fundy (na foto ao lado) tem sido intensa. A América Norte concorre ainda com o bem mais conhecido Grand Canyon. Galápagos, cuja beleza foi registrada pelo fotógrafo Gustavo Miranda na reportagem de capa desta edição, é o concorrente do Equador. O Brasil está representado pela Floresta Amazônica e pelas Cataratas do Iguaçu. Europa, Ásia, Oriente Médio e Oceania também apresentam seus candidatos. Nesta última fase, 28 concorrentes nos cinco continentes disputam a preferência de eleitores em todo o mundo. A votação é aberta e pode ser feita pela internet no site new7wonders.com ou no Facebook, e ainda por telefone (SMS), até o dia 11 de novembro. Basta escolher os seus sete favoritos entre os finalistas que listamos a seguir.

Galápagos:

A Bay of Fundy entra na disputa com uma das maiores variação de marés (de cerca de 16 metros) criando um ecossistema marinho dinâmico e diverso e que faz com que sua estranha paisagem se destaque como um ícone deste fenômeno natural. Na maré baixa, os visitantes caminham no chão do oceano. Na maré alta, navega-se ou flutua-se em caiaques pelas falésias formadas pela erosão natural. Não é uma praia de areias brancas. Mas a paisagem é bonita e estranhamente diferente. Para promover seu candidato, estudantes de diversas universidade canadenses em campanha se cobriram de lama até os ombros para formar um número sete humano no solo lamacento que fica exposto com a maré baixa.

Em New Brunswick, não se fala em outra coisa - em inglês ou francês, já que lá a província é oficialmente bilíngue.

- Seria muito bom para o turismo, faria uma grande diferença para a economia local - diz um membro da assembléia legislativa de St. John Harbour.

Porto Rico, na América Central, concorre com a floresta nacional El Yunque e os Estados Unidos tiram uma casquinha, pois apresentam o candidato como única floresta tropical no sistema de parques nacionais americanos.


Descendo para os candidatos sul-americanos, a Venezuela tem Santo Ángel, retratada no filme de animação "Up - Altas aventuras" (Disney/Pixar, 2009), listada entre as dez mais bonitas do mundo pela CNN. Mas o Brasil tem as Cataratas do Iguaçu, que também estão na lista da CNN publicada em março deste ano e devem angariar votos tantos dos brasileiros como dos hermanos argentinos, já que a candidatura divide honras e torcida com o país vizinho.

Do lado de cá, onde o parque recebe mais de um milhão de visitantes por ano, a campanha começa a esquentar. O alpinista de Foz do Iguaçu Waldemar Niclevicz, que já escalou o Everest duas vezes (pelos dois lados, Nepal e Tibete) vai atravessar as cataratas de tirolesa e representantes da fundação New7Wonders sobrevoarão o local a bordo de um dirigível nos próximos dias 10, 11 e 12 de outubro. Niclevicz e Mozart Catão foram os primeiros brasileiros a alcançar o topo do Everest, em 1995. Já a candidatura da Floresta Amazônica une também Bolívia, Colômbia, Equador, França (pela Guiana Francesa), Guiana, Peru, Suriname e Venezuela.

Vulcões, falésias e fiordes entre os finalistas
Todos os candidatos a figurar entre as sete novas maravilhas da Natureza, foram submetidos aos critérios do concurso, que incluem beleza única, diversidade, relevância ecológica, legado histórico e geolocalização. Os 28 finalistas estão distribuídos pelos cinco continentes.


Na Europa, o público vai escolher entre cinco concorrentes. Cliffs of Moher, na Irlanda, com suas falésias de xisto e arenito que alcançam 214 metros em seu ponto mais alto, abrigam muitos animais, principalmente pássaros. Na Alemanha, a conhecida Floresta Negra se impõe sobre o Vale do Rio Reno, estendendo-se para além de 200 quilômetros, com seu ponto mais alto a 1.493 metros. Não chega perto do Matterhorn/Cervino, candidato suíço ao concurso, popularizado em embalagens de chocolate vendidas mundo afora, cujo pico alcança 4.478 metros, com vista para Zermatt, num lado, e o italiano Vale da Aosta, de outro. Mais ao sul na Itália, o Vulcão Vesúvio vem reforçando sua posição entre os concorrentes. Talvez porque no solo fértil de suas encostas são cultivados os tomates que dão fama à pizza e ao molho de tomate napolitanos. Já o Distrito Lacustre Masurian reúne mais de dois mil lagos na Polônia, cobrindo uma área de 52 mil km, formado na era do gelo pleistoceno (entre um milhão e 800 mil anos atrás).


Pela África, a disputa fica entre os picos nevados do Kilimanjaro, que a quase seis mil metros de altitude abrigam três vulcões, na Tanzânia. Ao sul do continente, a Table Mountain representa a África do Sul. A montanha em forma de mesa resiste a seis milhões de anos de erosão e abriga uma diversidade floral única no planeta, com mais de 1.470 espécies.

O Oriente Médio tem quatro finalistas. No Líbano, as cavernas de calcário Jutta, a 20 km ao norte de Beirute, no Vale de Nahr-al-Kalb, servem de curso para um rio subterrâneo, onde estalagmites e estalactites de diferentes formas se espalham ao longo de mais de nove mil metros. Não muito longe, o Mar Morto com seu alto grau de salinidade (30%) representa Israel, Jordânia e Palestina. E os Emirados Árabes Unidos têm na Ilha Butinah, em Abu Dhabi, sua finalista, única do Golfo Pérsico. Considerada um verdadeiro tesouro natural, a ilha ainda intocada pela atividade humana é um laboratório vivo para estudos sobre mudanças climáticas. Abriga expressiva biodiversidade, incluindo espécies em risco de extinção.

Do Oriente Médio, a lista segue rumo à Ásia. O Azerbaijão concorre com vulcões de lama. O termo é usado para designar formações montanhosas criadas a partir de líquidos e gases expelidos da terra. O arquipélago das Maldivas está no páreo com suas águas de um azul transparente margeando quase 1.200 ilhas, das quais 200 são habitadas.


O Delta do Sundarbans representa Índia e Bangladesh, como a maior floresta de manguezal do mundo. Em meio à variedade de espécies que abriga, está o tigre de Bengala. Na Coreia, a ilha vulcânica Jeju fica a 130 km da costa. Taipé concorre com a cordilheira de Yushan, também conhecida como Monte Jade, que chega a quase 4 mil metros, com floresta subtropicais na base e condições alpinas no pico. A Baía de Halong, cartão-postal do Vietnã, exibe milhares de formações rochosas de calcário que brotam das profundezas do oceano em variados moldes e tamanhos, estendendo-se por 120 quilômetros de costa. Nas Filipinas, o rio subterrâneo Puerto Princesa tem um percurso navegável sob um túnel formado por rocha de calcário de mais de oito quilômetros, até chegar ao Mar da China Meridional. Na Indonésia, Komodo, o parque nacional criado em 1980 para proteger seu mascote, o dragão que leva seu nome, hoje estende sua proteção a outras espécies, inclusive marinhas.

Na Oceania, são três os concorrentes - dois na Austrália. A Grande Barreira de Corais se estende por 2.600 km, chegando até Papua Nova Guiné, unindo três mil arrecifes e 900 ilhas. Uluru, também conhecido como Ayers Rock, é uma grande montanha de arenito que muda de cor conforme a incidência de luz, e fica na região central do país. Lá na pontinha sul da Ilha Sul, na Nova Zelândia, o Fiorde Milford Sound, que abre uma extensão de 15 km no mar da Tasmânia, é um popularíssimo destino turístico para viajantes de todo o mundo.

Confira os 28 finalistas:

- Amazônia (Brasil e mais oito países)
- Salto Angel (Venezuela)
- Baía de Fundy (Canadá)
- Floresta Negra (Alemanha)
- Bu Tinah Shoals (Emirados Árabes Unidos)
- Penhascos de Moher (Irlanda)
- Mar Morto (Palestina, Israel, Jordânia)
- Bosque de El Yunque (Porto Rico)
- Galápagos (Equador)
- Grande Canyon (Estados Unidos da América)
- Grande Barreira de Coral (Papua Nova Guiné, Austrália)
- Baía de Halong (Vietname)
- Cataratas de Iguaçú (Brasil, Argentina)
- Gruta Jeita (Líbano)
- Ilha de Jeju (Coreia do Sul)
- Kilimanjaro (Tanzânia)
- Ilha Komodo (Indonésia)
- Ilhas Maldivas
- Lagos Masurian (Polónia)
- Montanha Matterhorn / Cervino (Suíça, Itália)
- Fiorde Milford Sound (Nova Zelândia)
- Vulcões de lama (Azerbeijão)
- Rio subterrâneo Puerto Princesa (Filipinas)
- Manguezal de Sundarbans (Índia, Bangladesh)
- Table Mountain (África do Sul)
- Uluru (Austrália)
- Monte Vesúvio (Itália)
- Monte Yushan (Taipé - China)

CNN Travel para as Cataratas do Iguaçu

Pelo Brasil, uma forcinha da CNN Travel que incluiu nossa finalista em candidatura dividida com a Argentina na lista de mais lindas quedas d'água do planeta. A lista também ajuda a vizinha Venezuela, que concorre com Santo Ángél. A BBC também esteve por lá e registrou a beleza da região. E a campanha vai esquentar. O comitê Vote Cataratas abriu um concurso cultural que premiará com 20 viagens a Foz do Iguaçu quem escrever as frases mais criativas sobre as cataratas. Nos próximos dias 10, 11 e 12 de outubro, o alpinista de Foz do Iguaçu Waldemar Niclevicz, que já escalou o Everest duas vezes (pelos dois lados, Nepal e Tibete) vai atravessar as cataratas de tirolesa e representantes da fundação New7Wonders sobrevoarão o local a bordo de um dirigível. A Floresta Amazônica também figura em alta na tendência de votos. A ONU dedicou o ano de 2011 às florestas e os organizadores do concurso destacam o aumento de áreas onde a gestão responsável das florestas vem crescendo nos últimos cinco anos. Mas alertam para o desmatamento ainda presente na região da Amazônia.

Fontes:
Portal Terra
Cristina Massari (cristina.massari@oglobo.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.