terça-feira, 23 de abril de 2013

Avião não tripulado vigiará Parque do Pau-Brasil



O Parque Nacional (Parna) do Pau-Brasil, em Porto Seguro (BA), que completou 14 anos neste sábado (20), acaba de ganhar um aliado importante para monitorar a sua área: um Vant (Veículo Aéreo Não Tripulado). O avião foi doado à unidade por um parceiro local.

Para operar o equipamento, servidores do parque e da Coordenação Regional 7, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que também fica em Porto Seguro, receberão treinamento de três semanas em São Paulo. A previsão é que já no próximo mês o aviãozinho esteja no ar, fazendo a vigilância da unidade.

Com o monitoramento aéreo, as ações de fiscalização vão se tornar muito mais ágeis e eficientes. O Vant é equipado com câmera que grava imagens em tempo real e as remete para uma estação de controle em terra, por meio de telemetria. Na estação, servidores do parque poderão acompanhar tudo pela tela do computador. A qualquer flagrante de crime ambiental, é só acionar os fiscais, que se deslocarão imediatamente para o local. 

O Nauru 500 é uma aeronave de fabricação nacional. Tem 2,32 m de largura entre as asas e 1,83 m de comprimento. Similar aos protótipos de aeromodelismo, é normalmente utilizado na agricultura e no monitoramento ambiental e de obras. Seu uso requer apenas um operador para manuseio e trabalho em campo, podendo também fazer voos automáticos a partir de programações prévias. É movido a querosene de avião.

Nauru 500

Como tem autonomia de voo de até cinco horas e meia, o Vant poderá sobrevoar toda a área do parque, que é de 18,9 mil hectares, em apenas uma manhã ou uma tarde, tempo suficiente para fazer uma varredura total. Assim, ele será usado em ações de fiscalização e monitoramento da unidade e da zona de amortecimento e na localização de focos de incêndios e queimadas. Será muito útil, também, na vigilância de áreas mais sensíveis à presença de caçadores, já que a definição das imagens a 300 metros de altura, por exemplo, é de 25 cm.

Benefícios para a unidade

O Vant tem estrutura de madeira e isopor, que permite a realização de manutenção em campo pelo operador da aeronave. O voo pode chegar a até 2 mil metros de altura sem prejudicar a precisão das imagens.

“Temos agora um instrumento de alta precisão e de baixo custo de operação e manutenção, que trará uma série de benefícios para a unidade. A adoção deste tipo de equipamento, além de reduzir os custos, permitirá grande efetividade na fiscalização e na dissuasão de crimes ambientais no interior da unidade”, afirmou Fábio Faraco, chefe do Parna do Pau-Brasil.

Segundo Faraco, doações como essa, feitas por parceiros, entre eles empresários e donos de RPPNs da região, estão permitindo a revitalização do parque. “Além desse equipamento, recebemos uma estação meteorológica automática, computadores, eletrodomésticos e equipamentos importantes para a gestão da unidade”, disse ele.

Abertura à visitação

O chefe informou também que, ainda neste mês, o ICMBio e a Prefeitura de Porto Seguro assinarão um termo de reciprocidade que prevê a cessão de funcionários terceirizados do município para o apoio às atividades de manutenção do parque. Esse apoio será importante para abertura à visitação de vários atrativos turísticos, como trilhas e mirantes, assim como para recuperação das estradas de acesso ao parque e a inclusão da unidade no roteiro oficial de visitas das escolas do município.

Segundo o chefe, como o plano de manejo do parque está em fase de conclusão, a abertura da unidade ao turismo deverá ocorrer já no próximo mês. “Esta comemoração de aniversário é de grande importância, pois demonstra um grande esforço por parte da nossa equipe técnica, das comunidades, empresas, do poder público local, entre outros, na efetiva instalação da UC e na sua importância local e regional”, concluiu Faraco.

O que é

Vant  na UC Bahia

Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant) ou Veículo Aéreo Remotamente Pilotado (Varp), também chamado UAV (do inglês Unmanned Aerial Vehicle) e mais conhecido como drone (zangão, em inglês), é todo e qualquer tipo de aeronave que não necessita de pilotos embarcados para ser guiada. Esses aviões são controlados à distância, por meios eletrônicos e computacionais, sob a supervisão de pessoas devidamente treinadas, ou sem a sua intervenção, por meio de Controladores Lógicos Programáveis (PLC).


Parque Nacional do Pau-Brasil
Bioma: Mata Atlântica

O Parque Nacional do Pau-Brasil foi criado em 20 de abril de 1999. Fica inteiramente no município de Porto Seguro, na Bahia, na chamada Costa do Descobrimento. Leva o nome da árvore que nomeia o País e foi uma das principais fontes de riqueza para os primeiros exploradores estrangeiros. A unidade protege uma faixa de 18,9 mil hectares de remanescentes de Mata Atlântica, sujeita a todos os tipos de pressão. Abriga exemplares de pau-brasil, orquídeas e aves, como as asparongas e o macuco, com seus ovos de tonalidade azul turquesa que encanta a todos. Uma pequena queda d´água formada pelo rio Jacuba é um refrescante prêmio para os visitantes. A unidade é também fonte de pesquisa científica e programas de educação ambiental.


Fauna & Flora

Sua fauna também é rica. No Parna do Pau‐Brasil foram registrados um total de 346 animais diferentes. Em levantamentos recentes puderam ser detectados, 202 espécies de aves, 53 de mamíferos, 20 de répteis, 51 de anfíbios e 20 de peixes. Entre elas, 41 espécies de aves endêmicas da região e 18 espécies inclusas na lista oficial das ameaçadas de extinção: o papagaio-chauá, o balança-rabo-canela, a tiriba-grande, o sabiá pimenta. Entre os mamíferos ameaçados estão: o macaco‐de‐ bando ou macaco‐prego‐de‐cristas, o guigó, o bugio ou barbado, a Jaguatirica, o gato‐maracajá, o gato‐pequeno e a onça‐parda. Na área também já foram feitos registros visuais do gavião-real - conhecida também como harpia e destacam-se as presenças da anta, da cotia, paca, e tatus.




Sua flora é muito diversa - assim como toda nossa Mata Atlântica. Nos estudos realizados no PARNA do Pau‐Brasil foi observado um total de 633 espécies de plantas, sendo 71 endêmicas da Floresta Atlântica; 5 raras e 19 ameaçadas de extinção. Algumas espécies que se destacam na área do Parque são: a Juerana, o Paraju, a Braúna, a Sapucaia, o Pequi, a Inhaiba, o Aderno, a Gindiba, o Arapati e a Juçara, além – claro, do próprio Pau Brasil. Nas áreas onde o solo é arenoso ocorrem as mussunungas arbóreas e nessas áreas existem diversas bromélias e orquídeas.

Para saber mais consulte: Diagnostico-Resumido


Outro exemplo de aeronave
Modelo produzido na USP (SP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.