quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Leia poema do vencedor do Nobel, Tomas Tranströmer



Apesar de popular na escandinávia, poeta Tomas Tranströmer possui apenas um poema traduzido para o português

O poeta sueco Tomas Tranströmer possui um poema traduzido para o português e publicado no Brasil.

A obra de 11 estrofes chamada “Poemas haikai” faz parte da coleção “Poesia Sempre”, da Fundação Biblioteca Nacional, lançada em 2006 com tradução de Marta Manhães de Andrade.

Leia abaixo a íntegra de “Poemas haikai”:

“Os fios elétricos
estendidos por onde o frio reina
Ao norte de toda música.

O sol branco
treina correndo solitário para
a montanha azul da morte.

Temos que viver
com a relva pequena
e o riso dos porões

Agora o sol se deita.
sombras se levantam gigantescas.
Logo logo tudo é sombra.

As orquídeas.
Petroleiros passam deslizando.
É lua cheia.

Fortalezas medievais,
cidades desconhecidas, esfinges frias,
arenas vazias.

As folhas cochicham:
Um javali está tocando órgão.
E os sinos batem.

E a noite se desloca
de leste para oeste
na velocidade da lua.

Duas libélulas
agarradas uma na outra
passam e se vão

Presença de Deus.
No túnel do canto do pássaro
uma porta fechada se abre.

Carvalhos e a lua.
Luz e imagem de estrelas salientes.
O mar gelado.”


Escritor sueco Tomas Tranströmer é o vencedor do Nobel de Literatura de 2011

Estocolmo, 6 out (EFE).- O sueco Tomas Tranströmer, que ganhou o prêmio Nobel de literatura nesta quinta-feira, é o primeiro poeta a ser agraciado com a honraria desde 1996, quando a polonesa Wislawa Szymborska foi laureada.

Tranströmer nasceu em 1931 em Estocolmo e publicou seu primeiro livre, "17 dikter" ("17 poemas)", em 1954. Desde o lançamento da obra, o escritor se tornou uma referência na literatura escandinava. Logo após sua publicação, "17 poemas" foi considerado um dos livros de poesia mais importantes dos anos cinquenta.

Desde então, Tranströmer escreveu várias obras, traduzidas para mais de 50 idiomas, que tinham como pano de fundo o cotidiano e a natureza. O poeta já tinha conquistado vários prêmios literários importantes, como o Bonnier para a Poesia, o Neustadt e o Petrarch da Alemanha.

Nos últimos anos, seu nome era cotado para ganhar o Nobel. Em 1990, Tranströmer sofreu um AVC que o deixou com dificuldades motoras e de fala, mas que não o impediu de continuar escrevendo. Além de escritor, ele é formado em psicologia e trabalhou durante muito tempo com a reabilitação de jovens envolvidos com o crime.

O poeta era tradutor e adaptou várias obras conhecias para sua língua natal. Ele é o oitavo escritor sueco a ganhar o Nobel de literatura. Os últimos tinham sido Eyvid Johnson e Harry Martinson, em 1974.

Jessica Gow/Reuters 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.