sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Clima amazônico é reproduzido em estações meteorológicas da Semana de C&T

Efeitos da variabilidade climática da região podem ser ´sentidos´ no estande da Fapeam instalado no Clube do Trabalhador

Período chuvoso na Amazônia começou este mês 

Cinco estações de variabilidade climática instaladas no estande da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) da 8ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, no Amazonas, ajudam o público a compreender o funcionamento do clima amazônico.

A programação da Estação Ciência funciona até nesta sexta-feira no Clube do Trabalhador do Sesi (Alameda Cosme Ferreira, Coroado). No sábado (22/10), o estande funcionará das 10h às 18h, com entrada franca.

No estande da FAP os visitantes passarão por túneis que simulam variações no clima do Amazonas, ou seja, período chuvoso, com trovões e raios, transição, seco e transição.

No final do túnel as pessoas terão acesso às telas interativas detouch screen (sensíveis ao toque).

“Os monitores mostrarão imagens de devastação ambiental da região. Quando tocadas, serão apresentados vídeos de pesquisadores do Inpa. Eles falarão sobre os projetos relacionados ao clima amazônico, os quais contam com apoio financeiro da FAP”, explicou Maria Olívia de Albuquerque Simão, presidente da Fapeam.

A Fapeam contou com o apoio do pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Júlio Tota, doutor em Clima e Meio ambiente, para montar o estande na entrada do evento, respeitando as informações científicas sobre a temática.

Variabilidade

Para sentir os efeitos da variabilidade climática da região, os visitantes caminham por um túnel com cinco estações, representando o período chuvoso, o seco e o intermediário entre esses dois períodos.

A primeira estação representa o período de chuvas na floresta amazônica, com um cenário montado para propiciar as sensações ao público, com folhas no chão, chuva caindo e o som de pássaros, dessa forma, o público tem a sensação de que realmente está dentro da mata.

Já na segunda estação, a coordenadora informou que é possível sentir a transição climática entre o período chuvoso e o período da seca típicos da região. “A terceira estação representa o calor extremo com uma sensação térmica de 40 graus”, frisou.

Na quarta estação do túnel, o público tem acesso a uma representação do período chuvoso e a quinta remete ao cenário degradante que a humanidade causa ao meio ambiente com a poluição urbana, promovendo aquecimento intenso.

Semana

Este ano o tema da 8ª SNCT é “Mudanças climáticas, desastres naturais e prevenção de riscos”.

A ação é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI) e tem como finalidade populariza a ciência. No Amazonas, a Semana é coordenada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (SECT/AM), com apoio da Fapeam. 

Além do Clube do Trabalhador do Sesi, os seminários, palestras, mesas-redondas, apresentações culturais e visitas técnicas também ocorrerão na Aldeia do Conhecimento, no Bosque da Ciência, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.