quinta-feira, 17 de maio de 2012

Inseticidas biológicos: soluções saudáveis - Embrapa na Agrobrasília 2012

 


Tecnologias de controle biológico de pragas agrícolas estarão entre os destaques da Embrapa na Agrobrasília 2012

Tecnologias sustentáveis para controle de pragas agrícolas serão alguns dosdestaques da Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária durante a Agrobrasília 2012, que acontece de 15 a 19 demaio na capital federal. As tecnologias de feromônios para controlar percevejos que atacam a cultura da soja e de inseticidas biológicos eficazes contra lagartas e mosquitos transmissores de doenças foram desenvolvidas pela Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, uma das 47 unidades da Embrapa, e já estão prontas para serem transferidas ao setor produtivo. Em comum, elas possuem um predicado bastante interessante: são tecnologias racionais e sadias, que visam reduzir o uso deprodutos químicos nas lavouras brasileiras sem perder o foco no aumento da produtividade agrícola.


A Agrobrasília é uma feira de tecnologias e negócios agropecuários voltada aos empreendedores rurais de diversos portes que apresenta inovações tecnológicas para os diferentes segmentos do agronegócio brasileiro. É realizada no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, instalado no Programa deAssentamento Dirigido do Distrito Federal (PAD-DF), em Brasília. Essa região é estratégica para a agropecuária dos cerrados, especialmente pelo pioneirismo e a geração e uso de técnicas de sucesso. O público esperado para este ano é superior a 60 mil pessoas.

Confiram, abaixo, mais detalhes sobre as tecnologias que serão apresentadas pela Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia durante o evento:



Inseticidas biológicos: soluções saudáveis

A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia desenvolveu quatro inseticidas biológicos para controlar insetos transmissores de doenças e pragas agrícolas. São eles: Bt-horus eficaz contra o mosquito da dengue; Sphaerus combate o mosquito transmissor da malária; “Ponto.Final” controla lagartas que atacam culturas agrícolas e o “Fim da Picada” eficiente contra os borrachudos.

A grande vantagem desses produtos, que foram produzidos em parceria com a empresa privada do Distrito Federal Bthek Biotecnologia, é que são altamente eficientes contra os insetos, sem causar danos à saúde humana, de animais e ao meio ambiente.


Todos os inseticidas biológicos foram desenvolvidos a partir debactérias específicas para controlar os insetos-alvo, o que os tornam inofensivos à saúde humana, de animais e ao meio ambiente.

As bactérias utilizadas no desenvolvimento dos produtos fazem parte do Banco de Bacilos Entomo patogênicos da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, que contém mais de 2.300 variedades de bactérias benéficas com potencial para controle biológico.

A equipe da Embrapa, capitaneada pela pesquisadora Rose Monnerat, coleta essas bactérias, que ocorrem naturalmente no solo, estudam e selecionam as mais eficientes contra os insetos-praga.


Da natureza para os laboratórios: cientistas estudam a comunicação entre os insetos em prol de uma agricultura mais saudável

A Embrapa investe também no desenvolvimento de pesquisas com semioquímicos (feromônios) para controle e monitoramento de percevejos que atuam como pragas na cultura da soja no Brasil. Os feromônios são os mais importantes elementos da comunicação entre os insetos. São substâncias químicas decheiro peculiar, presentes em cada espécie, que atuam como meios de comunicação. Na natureza, os feromônios são responsáveis pela atração de indivíduos da mesma espécie para acasalamento, demarcação de território e outros tipos de comportamento. Os cientistas reproduzem, em laboratório, as condições observadas na natureza para monitorar o comportamento dos insetos-praga e interromper a sua reprodução.


A soja é uma das principais culturas agrícolas do Brasil, com uma produção de 67 milhões de toneladas, envolvendo 16 estados e uma área superior a 21 milhões de hectares. O percevejo da soja é uma das pragas mais nocivas a essa cultura de norte a sul do Brasil e também em outros países, como Argentina e Estados Unidos. O ataque dos percevejos causa atrofia nos grãos, diminuindo seu valor de mercado e resultando em prejuízos econômicos.

Hoje a tecnologia existente para monitoramento e identificação da presença de percevejos nas lavouras de soja é a técnica do pano de batida, que além de exigir mão-de-obra qualificada,demanda tempo dos técnicos envolvidos no monitoramento e, por isso, não é muito utilizada pelos produtores, especialmente em plantios extensivos. O controle dos percevejos tem se baseado em calendários de aplicações baseados na fenologia das plantas com intervenções pouco criteriosas, que não levam em conta a dinâmica dos percevejos no campo.

machosM. cerberus ninho
“Marimbondo cavalo”, (Polistes lanio), inimigo natural generalista de pragas agrícolas, pode-se considerar esta espécie como um potencial agente de controle biológico 


As armadilhas desenvolvidas a partir de feromônios facilitam o monitoramento dos percevejos nas lavouras de soja, pois as capturas são especificas à praga-alvo, exigindo somente que o produtor conte o número de insetos. “O que se espera no futuro é que o produtor espalhe as armadilhas na área cultivada e faça inspeções semanais em busca de percevejos. Sempre que o número de insetos alcançar uma quantidade pré-determinada a aplicação de inseticida será recomendada, aumentando a efetividade do controle, e o mais importante: diminuindo o número de aplicações de pesticidas, o que protege o bolso do agricultor e o meio ambiente”, afirma o pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Miguel Borges.

Segundo Borges, os semioquímicos ocupam hoje cerca de 30% do mercado de biopesticidas no mundo, perdendo apenas para os inseticidas bacterianos e os botânicos. No Brasil, o mercado de semioquímicos está em franca expansão, com mais de 15 produtos registrados e outros em fase de registro.



Fernanda Diniz
Jornalista
Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia
Fones: (61) 3448-4769 e 3340-3672
E-mail: fernanda.diniz@embrapa.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.