sábado, 13 de agosto de 2011

Após 170 anos, cogumelo luminoso é encontrado no Brasil


Tortulho e seu bonito esverdeado

Dizia-se extinto, pois não era encontrado há mais de 170 anos, mas investigadores avistaram novamente o cogumelo luminoso no Piauí, no Brasil. "ONeonothopanus gardneri" é o maior fungo bioluminescente do Brasil e um dos maiores do mundo. Cientistas da USP e das universidades americanas de São Francisco, na Califórnia, e de Hilo, no Havaí, reencontraram o cogumelo.

Os peritos só tomaram conhecimento deste grupo especial de fungos em 2001, mas as pesquisas baseavam-se apenas em relatos. Em 2005, surgiu uma fotografia, tirada no Piauí, e agora os investigadores confirmaram a existência da espécie e publicarão as conclusões do seu estudo na revista científica Mycologia. Curiosamente, o cogumelo ainda é conhecido popularmente em várias partes do país como “flor de coco”. As buscas acontecem em noites escuras, de lua nova, com as lanternas desligadas.

Classificado como Agaricus gardeni, o fungo bioluminescente, o 'flor de coco', foi descoberto em 1840, quando o botânico britânico George Gardner viu garotos brincando com o que pensou serem vagalumes nas ruas de uma vila em Tocantins.


"O fungo bioluminescente Neonothopanus gardneri foi capturado em vídeo, no escuro, ao longo de 12 dias de desenvolvimento, por Leandro Negro. O projeto foi feito em conjunto com o químico Cassius Stevani, do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP)."

"Já tinha encontrado alguns cogumelos que emitem luz no Brasil, mas menores, alguns do tamanho de um fio de cabelo", disse à BBC Brasil o professor Cassius Vinicius Stevani, do Instituto de Química da USP. Ele ainda afirma que este foi o maior grupo encontrado por ele com uma quantidade considerável de luz emitida.

A ciência ainda não desvendou o processo químico que permite que o fungo produza luz, nem a razão disso. Uma das teses consideradas é a de que a luz é emitida para atrair insectos noturnos, ajudando os fungos a dispersar seus esporos para a reprodução. Outra diz que a luz atrai insetos predadores que atacam insetos menores que se alimentam do cogumelo. Existem 71 espécies de fungos que emitem luz, 12 delas estão presentes no Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.