segunda-feira, 20 de maio de 2013

SOS Mata Atlântica - Que Se Dane


qsd


Para SOS Mata Atlântica, quem não se mobiliza é involuntariamente parte do movimento "Que Se Dane" (QSD)

A nova campanha da F/Nazca S&S para a Fundação SOS Mata Atlântica quer provocar o brasileiro. Para mostrar quão danosa a falta de empenho na defesa do meio ambiente pode ser prejudicial a todos nós, a entidade culpa a população e a inclui no grupo dos que nada fazem – aqui materializado no fictício “Que Se Dane” (QSD). O movimento ganhou até página no Facebook e no Twitter. Um vídeo manifesto foi criado com a mesma estética dos quatro comerciais que compõem a campanha.

A campanha ganhará desdobramento “off-line” no Viva a Mata 2013, evento promovido pela Fundação em São Paulo, no Parque do Ibirapuera, no domingo 26.

Viva a Mata 2013

Quem estiver por lá para conferir shows, peças de teatro, debates e mesas-redondas sobre meio ambiente poderá se desfiliar do QSD – reforçando a ideia de que aqueles que não agem integram a turma que prefere que tudo se dane.

Criação de Pedro Prado, Rodrigo Castellari (estes, responsáveis pelas peças para TV e impresso), André Brandão e Fernando Lanças (digital), com direção de criação de Fabio Fernandes, Eduardo Lima e Theo Rocha. Os vídeos foram produzidos pela Stink, com direção de Márcio Leitão e fotografia de Pepe Mendes.


Personagem que não se importa de desperdiçar água

Texto da SOS:

“A água do planeta vai acabar? Que se dane. As florestas estão sendo exterminadas? Que se dane. A poluição aniquilará a humanidade? Que se dane”. Essas polêmicas frases, carregadas de ironia e indiferença, fazem parte do estatuto da ONG Que Se Dane (QSD), que tem divulgado nas últimas semanas, nas redes sociais Facebook e Twitter, diversas mensagens a favor do lixo na rua, de lavar a calçada com água corrente, de andar de carro sozinho e de derrubar árvores.

A ONG fictícia faz parte, na verdade, de uma ação promovida pela Fundação SOS Mata Atlântica com o objetivo de convocar a sociedade para uma importante reflexão sobre o modo como o brasileiro tem lidado com os desafios ambientais do país. Reflexão esta que terá como ápice a 9ª edição do Viva a Mata – Encontro Nacional pela Mata Atlântica, que acontece entre os dias 24 e 26 de maio na Marquise do Parque Ibirapuera e no auditório do Museu de Arte Moderna (MAM), em São Paulo, com a temática “Direitos e Deveres Ambientais”.

A campanha, criada pela F/Nazca Saatchi & Saatchi, ressalta que “todo cidadão brasileiro é automaticamente filiado à QSD, um direito nato e alienável”. “Convidamos a sociedade a renunciar à emblemática ONG, indo até o Viva a Mata e desfilando-se”, conta Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da Fundação SOS Mata Atlântica. Todos os que aderirem, poderão tirar uma foto no evento para ser publicada nas redes sociais como um “certificado de desfiliação”.

Antes da desfiliação em massa, que acontecerá durante o evento, qualquer cidadão que não se sinta representado pela QSD também pode fazer seus comentários e críticas em suas redes sociais utilizando-se da hashtag #aQSDnãomerepresenta.

Acesse os perfis da QSD no Facebook e Twitter em www.facebook.com/ongqsd ewww.twitter.com/ongqsd.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.