terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Pluspetrol suspende exploração na Amazônia após denuncia




Vazamento de informação leva Pluspetrol a cancelar exploração de gás natural na Amazônia protegida (?)

A gigante argentina Pluspetrol voltou atrás na decisão de expansão do projeto de exploração de gás natural na Amazónia peruana. A decisão deu-se após a denúncia mediática feito pelo The Guardian e pela Survival International.


A empresa já garantiu, em comunicado, que vai abandonar os planos de expansão no Parque Nacional do Manu, área protegida da Amazónia. A Sernanp, autoridade dos parques nacionais peruanos, também fez questão de anunciar que havia negado o pedido da Pluspetrol para trabalhar naquela área, alegando que a regra de proteção do Manu “proíbe expressamente a exploração de recursos naturais”.

Trata-se de um dos lugares de maior biodiversidade no planeta, lar para povos indígenas e patrimônio mundial da Unesco. A Pluspetrol, atualmente opera uma concessão de gás existente na região, conhecida como projeto Camisea, tentava manter em segredo os seus planos de expandir a atividade em território preservado, quando então houve a denúncia.


O projeto Camisea é um dos maiores em exploração de gás natural na Amazônia  estando restrito a uma área conhecida como Block 88 (zona da morte). Qualquer expansão do Camisea é proibida, mas no ano passado o Ministério da Energia peruano aprovou a exploração de gás dentro do Block 88.


Ficou confirmado que a Pluspetrol tinha encomendado um relatório à agência ambiental Quartz Services, justificando que os seus planos iriam “contribuir não só para a continuidade da atividade no Block 88, mas também para o desenvolvimento (?) do Manu National Park, área teoricamente protegida”.

A verdade é que uma expansão do Camisea colocaria em perigo não só as tribos que vivem perto do Block 88, como toda a flora e fauna locais. Os planos secretos da Pluspetrol chocaram o público desinformado.

Survival - O movimento pelos povos indígenas
SUCCESS: Gas giant backtracks on exploration in UNESCO World Heritage

Uncontacted tribes in Manu National Park are now safe from Pluspetrol's gas exploration, but the Nanti continue to be threatened by the expansion of Camisea.
Uncontacted tribes in Manu National Park are now safe from Pluspetrol's gas exploration, 
but the Nanti continue to be threatened by the expansion of Camisea.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.