sexta-feira, 20 de julho de 2012

Golfinhos estão sendo contaminados por inseticidas na costa brasileira


Golfinhos adultos e filhotes na costa brasileira

Estudo mostra concentração de piretroides em toninhas e indica comprometimento de toda cadeia alimentar marinha

Golfinhos do litoral brasileiro apresentam traços de contaminação por piretroides, substância encontrada em inseticidas de uso comum, informa estudo divulgado hoje pela revista “Environment Internacional”. A descoberta indica comprometimento de toda a cadeia alimentar marinha, já que esses animais ocupam o topo da pirâmide.

Foram analisadas amostras de 23 golfinhos da espécie Pontoporia blainvillei, popularmente conhecida como toninha, encontrados mortos nas praias brasileiras. As maiores concentrações do agente contaminante estavam nos filhotes, que, de acordo com o estudo, foram contaminados por transmissão materna. A suspeita foi comprovada pela análise do leite e da placenta dos animais.

“As substâncias achadas nos golfinhos são inseticidas piretroides, ou seja, de uso comum em residências e nos campos de cultivo agrícola”, declarou o pesquisador espanhol Damià Barceló, um dos líderes do trabalho. “Até agora se acreditava que esses compostos se degradavam no organismo e eram expulsos.”

Para a pesquisadora Ethel Eljarrat, também envolvida no trabalho, o uso constante da substância na agricultura, nas residências e na forma de repelente de insetos, com posterior descarte no meio ambiente, faz com que as concentrações no mar, por menores que sejam, acabem chegando a moluscos, crustáceos, peixes e golfinhos. Tal fato resulta na contaminação da cadeia alimentar marinha.


Fábio Vendrame - NatGeo BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.