terça-feira, 13 de dezembro de 2011

"ENTRE RIOS" - a urbanização de São Paulo

O vídeo de excelente concepção, explica às gerações de tempos vividos a influência do ser humano implícita nas diretrizes do progresso urbano e suas consequências, e retrata com bastante veemência os fatos explícitos na vida como ingrediente de um ecossistema na sua falência e ou prosperidade às futuras gerações. 



Uma das informações mais interessantes do trabalho é a de que São Paulo teve planos progressistas no início de sua expansão desenfreada, ao contrário do que tendemos a acreditar. Houve um embate de ideias na Escola Politécnica na década de 20 sobre como lidar com os cursos d'água na cidade. De um lado, Prestes Maia, que se tornaria prefeito na década seguinte, defendia seu Plano de Avenidas, um ambicioso plano de obras rodoviárias inspirado nas cidades europeias. De outro, estava o célebre sanitarista Saturnino de Brito, autor do projeto dos canais de Santos. Ele defendia a recuperação das várzeas dos rios, que já haviam sido loteadas e vendidas, e a criação de parques e bosques nessas áreas.

O discurso mais atraente para investidores era, sem dúvida, o de Prestes Maia, que criava novas fronteiras de desenvolvimento na cidade e fomentava o aparecimento de áreas nobres em volta das obras. São Paulo tencionava ser a Chicago brasileira. Quando foi indicado como prefeito, em 1938, Prestes Maia colocou seu plano em prática, enterrando os rios do centro.

O documentário é uma aula para quem quer entender as bases do desenvolvimento urbano da capital paulista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar!

Às Estrelas


The Most Astounding Fact
O Fato Mais Importante (Legendado)

PET



Medicamentos - Descarte Consciente


Google Street View - Dados cartográficos

A gigante de couro pode atingir dois metros de comprimento e pesar até 750 kg.